Raphael Logam começou sua carreira no teatro aos 14 anos, ao atuar na peça “O Despertar da Primavera”, com direção de Luiza Thiré, Carlos Arthur Thiré e Cadú Fávero. Em 2004 participou da montagem de “Beijo na Boca”, de Carlos Arthur Thiré, e em 2012 foi indicado como melhor ator ao prêmio Zilka Salaberry, por sua atuação na peça “Macunaima: uma história de amor”, com direção de Lúcia Coelho.
Sua carreira no cinema inclui os filmes, “Irma Vap - O Retorno”, de Carla Camuratti (2006); “Última parada 174”, de Bruno Barreto (2007); "Descalços sobre terras vermelhas", dirigido por Oriol Ferrer (Co-produção Brasil-Espanha, 2012);
“Doidas e Santas”, de Paulo Thiago (2017); “Como é cruel viver assim”, de Julia Rezende (2018); “Simonal”, de Leonardo Domingues (2019); “Pacified”, de Paxton Winters (Co-produção Brasil-EUA, 2019); e “M8: Quando a Morte Socorre a Vida”, de Jeferson De (2019).
Na televisão atuou em “A Turma do Pererê", na TV Brasil (2008); “A lei e o crime”, na Record (2009); “Estranhamente”, no Multishow (2014); “Questão de família”, no GNT (2014), “A Regra do Jogo”, na Rede Globo (2015), “Um contra todos”, na FOX (2015); Jungle Pilot, na Universal (2019); e Homens, do Porta dos Fundos para a Comedy Central (2019). 

É protagonista da nova série “Impuros”, da FOX, com direção de René Sampaio e Tomás Portela (2019), e está em fase de preparação para sua segunda temporada.

© 2018 by Diversa Produções